Sindibancários se une a sindicatos da região na luta contra a Reforma da Previdência

11 de março de 2019

11032019

Durante o mês de março, uma série de encontros e debates sobre a Reforma da Previdência tem acontecido entre os sindicatos da região. No dia 11, sete deles se reunificaram para alinhar as lutas das diferentes classes dos trabalhadores da região do Vale do Sinos. Na pauta do encontro, as entidades afirmaram a necessidade de dialogar com o trabalhador e mostrar o impacto da Reforma na vida das pessoas. Em função disso, uma série de atividades sobre o tema devem acontecer nos próximos dias.

O dirigente do Sindicato dos Bancários de Novo Hamburgo e Região, Everson Gross, destacou que já há uma compreensão de que grande parte da Reforma deve ser aprovada. “Ainda há a possibilidade da apresentação de emendas que busquem a diminuição do impacto negativo da Reforma na vida dos trabalhadores. O argumento do governo é de que a Reforma é imprescindível para a manutenção da Previdência, o que, sabemos hoje, não é realidade, segundo a conclusão da CPI da Previdência”, afirmou Everson.

Representante do CPERS (14º Núcleo) no encontro, o professor Luiz Henrique Becker lembrou que o encontro e a união dos sindicatos é importante para o fortalecimento da luta. “Não podemos cair no discurso de ser a favor da Reforma desde que ela não afete a nossa classe. Se os professores, os bancários, os sapateiros, os metalúrgicos, se cada um lutar para defender a sua classe, em troca do apoio à Reforma, a luta fica enfraquecida. Por isso a importância desse encontro”, destacou.

Também representando o Sindibancários de NH, Joey de Farias também defendeu que a Reforma não traz nenhum benefício ao trabalhador. “Se uma reforma realmente é necessária, sabemos que não é essa que o governo propõe. Existem outras formas de buscar fortalecer a Previdência sem prejudicar o povo. Os sindicatos têm o compromisso de defender o trabalhador.

Nos próximos dias, novos encontros acontecerão entre os sindicatos. No dia 22 de março, um grande dia nacional de mobilização vai levar os trabalhadores brasileiros às ruas em defesa dos seus direitos. O Sindicato dos Bancários de NH fará parte da organização na região.

Texto e foto: Kauê Mallmann

Localização

Rua João Antônio da Silveira, 885, Centro, Novo Hamburgo

Revista ContraOrdem

Contra Ordem
Dezembro 2019

 

Ver essa edição Ver edições antigas

Novidades pelo whatsapp

Inclua o número (51) 99245-5813 nos contatos do seu celular.

Parceiros:

Direitos reservados - Sindicato dos Bancários e Financiários de Novo Hamburgo e Região