SMS é motivo de demissão no Bradesco em São Paulo

4 de dezembro de 2017

bradesco

 

Como você se sentiria se fosse demitido depois de telefonar para mais de 250 clientes em dois meses e, desse total, apenas quatro respondessem SMS enviado pelo sistema do banco negando que houve o contato? Pois foi o que ocorreu com um gerente pessoa física do Bradesco, subordinado à regional Jabaquara, em São Paulo (SP).

Uma das inúmeras tarefas dos gerentes do Bradesco é entrar em contato com clientes e depois registrar em um sistema os motivos do contato, que podem ser variados, como venda de produtos ou informações sobre investimentos.

Após a ligação, o sistema do banco envia um SMS ao cliente solicitando avaliação sobre a qualidade do atendimento e também pergunta se houve ou não o contato. Se durante o mês inteiro o sistema receber duas respostas negando que houve o contato, a meta do funcionário de todo esse período é zerada. Se isso se repetir no mês seguinte, o gerente é demitido.

“É ridículo o Bradesco submeter o cargo de um funcionário à resposta de um simples SMS que pode inclusive ter sido enviado para um número desatualizado ou errado”, lamenta um gerente que passou pela situação. “Tem muito telefone errado no cadastro do Bradesco. Eu mesmo já recebi mensagem em nome de outra pessoa”, afirma o trabalhador.

Ele relata que a demissão ocorreu depois de uma reunião entre os gerentes gerais das agências e o gerente regional de Jabaquara. Segundo o trabalhador, ao menos outros quatro gerentes foram demitidos pelo mesmo motivo.

FONTE: Seeb SP

FOTO: ilustrativa

Localização

Rua João Antônio da Silveira, 885, Centro, Novo Hamburgo

Revista 2ª Via

Edição nº 294
Agosto/2017
  • Conferência: em meio aos ataques aos trabalhadores, bancários definem pauta da Campanha Nacional 2017 (páginas 06 e 07)
  • Editorial: a CLT já foi… E a aposentadoria? (página 02)
  • Bradesco: adesão ao PDVE tem que ser voluntária (página 03)
  • Reforma trabalhista: quadro compara legislação e destaca perdas para os trabalhadores (páginas 08, 09, 10 e 11)
Ver essa edição Ver edições antigas

Parceiros:

Direitos reservados - Sindicato dos Bancários e Financiários de Novo Hamburgo e Região