Banrisul senta à mesa de negociação depois de quase 50 dias

6 de agosto de 2018

DSC_0998-708x350

Um dia antes de completar 50 dias sem que houvesse qualquer sinalização da diretoria do Banrisul, finalmente teremos a primeira mesa de negociação entre Comando Nacional dos Banrisulenses e representantes do banco público dos gaúchos. A primeira mesa acontyece agora, 11h, da segunda-feira, na sede da Fetrafi-RS, no Centro de Porto Alegre. O encontro ocorre depois de 49 dias sem respostas à entrega da pauta de reivindicações específicas em 15 de junho e foi informado no início da tarde da sexta-feira, 3/8, pela diretoria do Banrisul.

A pouca disposição para o diálogo da atual diretoria do banco é uma característica desde que assumiu em 2015. Na ocasião, os dirigentes sindicais solicitaram reiterados pedidos para conversar com o presidente Luiz Gonzaga Veras Motta, mas só foram recebidos depois de mais de 100 dias.

Primeira mesa de negociação dos Banrisulenses

Este ano o contexto de reforma trabalhista tem dificultado o andamento das mesas de negociação com a Fenaban em São Paulo. Desde 28 de junho, quando as mesas começaram em São Paulo com o Comando Nacional dos Bancários, já houve três mesas de negociação. A última, em 1º de agosto, foi marcada pela quebra da promessa da palavra da Fenaban. Os representes dos banqueiros haviam anunciado que apresentariam uma contraproposta à minuta dos trabalhadores, mas só enrolaram. No dia 7 de agosto, haverá nova mesa de negociação em São Paulo. Desta vez, espera-se proposta.

Localização

Rua João Antônio da Silveira, 885, Centro, Novo Hamburgo

Revista ContraOrdem

Contra Ordem
Julho 2019
Ver essa edição Ver edições antigas

Novidades pelo whatsapp

Inclua o número (51) 99245-5813 nos contatos do seu celular.

Parceiros:

Direitos reservados - Sindicato dos Bancários e Financiários de Novo Hamburgo e Região